Johann Friedrich Carl Gauss nasceu em Braunschweig em 30 de abril de 1777. Filho de camponeses pobres, encontrou apoio do tio e da mãe para estudar.

Aos três anos já era capaz de efetuar algumas operações aritméticas. Aos 10 anos, Gauss iniciou seus estudos regulares de matemática, surpreendendo os professores pela facilidade com que realizava complicadas operações e com que aprendia línguas.

Em 1792, estudou obras mais notáveis de Euler, Lagrange e Newton. É nessa fase que Gauss principiou suas pesquisas sobre a aritmética superior, que o imortalizaram com o titulo de “príncipe da matemática”. Em 1799 doutorou-se com uma tese cujo tema era uma prova do teorema fundamental da álgebra. Alem disso, Gauss formulou e provou esse teorema sem recursos a números complexos.

Nomeado em 1807 professor de astronomia e diretor do observatório da Universidade de Göttingen, ampliou seu interesse pela resolução de problemas astronômicos. Seus cálculos a respeito da mecânica celeste resultaram no desenvolvimento de um novo método para a determinação da órbita dos asteróides. Em 1812, Gauss publicou seu famoso algoritmo dos mínimos quadrados, que lhe permitiu pela primeira vez o tamanho e forma aproximados da Terra.

Os trabalhos de Gauss estenderam-se também à física, principalmente nos setores da óptica e do magnetismo. Dotado de grande habilidade manual, construiu e aperfeiçoou instrumentos de medição da luz e das distancias astronômicas. Deve-se, a ele ainda a invenção do telegrafo elétrico e do magnetômetro.

Aos 68 anos, Gauss aprendeu russo. Nessa época, a maior parte de seu tempo era absorvido pela política internacional e pela matematica. Entre suas obras principais, a maioria publicada postumamente, devem-se lembrar as Discussões Aritméticas (1798) e a Teoria do Movimento dos Corpos Celestes (809).

Gauss morreu em Görtingen em 23 de fevereiro de 1855.

Palavras relacionadas a este artigo:
  • biografia de gauss