Os insetos são o grupo de animais mais numeroso sobre a terra. A classe Insecta, que faz parte do filo Arthropoda, possui mais de setecentos e cinquenta mil espécies descritas, o grupo é maior que a soma de todos os grupos de animais.

São animais essencialmente terrestres e ocupam todos os nichos ambientais na superfície da terra, mas também invadiram os habitats aquáticos; só estão ausentes das águas oceânicas mais profundas.

O sucesso dos insetos pode ser atribuído a vários fatores mas, certamente, a evolução do vôo dotou esses animais de uma vantagem sobre o resto dos invertebrados terrestres. Dispersão, fuga de predadores e acesso a alimentos ou melhores condições ambientais são algumas das vantagens que os insetos possuem. A capacidade de voar desenvolveu-se também nos répteis, aves e mamíferos, mas foram os insetos os primeiros a voar.

Esses animais possuem um grande significado ecológico para os ambientes terrestres. Dois terços de todas as plantas que dão flores dependem de insetos para sua polinização. Os principais polinizadores são abelhas, vespas, borboletas, mariposas e moscas sendo que as três ordens representadas por estes insetos têm um história evolutiva fortemente ligada àquela das plantas que dão flores as quais tiveram uma evolução explosiva no cretáceo.

Os insetos são de enorme importância para o homem. Mosquitos, piolhos, pulgas, percevejos e muitos tipos de moscas podem contribuir diretamente para a miséria humana. Mais seriamente, eles e outros contribuem indiretamente como vetores de doenças do homem ou de doenças de animais domesticados pelo homem. As plantas domésticas dependem de alguns insetos para sua polinização mas são destruídas por outros. Muito dinheiro é gasto no controle das pragas de insetos que podem reduzir drasticamente a alta produção agrícola necessária para o suporte de grandes populações humanas.

Os insetos distinguem-se dos outros artrópodes por apresentarem três pares de pernas e, usualmente, dois pares de asas ligadas a região média ou torácica do corpo. Além disso, a cabeça possui um par de antenas e um par de olhos compostos. Como todos os artrópodes, os insetos possuem um exoesqueleto, que no caso específico destes animais é composto de quitina. O corpo do inseto é divido em três regiões: a cabeça; o tórax, onde localizam-se os três pares de patas e os dois pares de asas, e; o abdômen, que não possui segmentos articulados. As asas são uma característica marcante dos insetos, embora existam alguns grupos desprovidos de asas. Em alguns esta condição é devido ao tipo de vida do animal, é o exemplo de machos e fêmeas das formigas e dos cupins que têm asas apenas em curtos períodos de seu ciclo vital; as operárias carecem delas. Algumas ordens de insetos parasitas, tais como piolhos e pulgas, perderam suas asas por completo. Por outro lado, tem-se bastante certeza de que os insetos que compreendem as ordens Protura, Thysanura, Collembola e umas poucas outras originaram-se de ancestrais desprovidos de asas. Nos insetos, as trocas gasosas ocorrem através de um sistema de traquéias.

Palavras relacionadas a este artigo:
  • resumo sobre insetos
  • insetos resumo