Atletismo – História, Regras e Curiosidades do Esporte Completo

Atletismo

história do atletismo, regras e curiosidades do atletismo

O atletismo consiste um vários esportes de três modalidades (corridas, lançamentos e saltos) práticados em estádios e arenas, com exceção de algumas corridas de longa distância (maratona p.ex.) praticadas em ruas.

História:

As primeiras reuniões organizadas da história foram os Jogos Olímpicos, criado pelos gregos no ano 776 a.C. Durante muitos anos, o principal evento olímpico foi o pentatlo, que compreendia lançamentos de disco, salto de longitude e luta livre. Os romanos continuaram celebrando as provas olímpicas depois de conquistar a Grécia no ano 146 a.C. No ano 394 da nossa era o imperador romano Teodosio aboliu os jogos. Durante oito séculos não se celebraram competições organizadas de atletismo. Restauram-se na Inglaterra em meados da metade do século XIX, e então as provas atléticas converteram-se gradualmente no esporte favorito dos ingleses. Também no século XIX se realizaram as primeiras reuniões atléticas universitárias entre as universidades de Oxford e Cambridge (1864). O atletismo posteriormente adquiriu um grande seguimento na Europa e América. Em 1896 iniciaram-se em Atenas os Jogos Olímpicos, uma modificação restaurada dos antigos jogos que os gregos celebravam em Olímpia. Mais tarde os jogos celebraram-se em vários países com intervalos de quatro anos, exceto em tempo de guerra. Em 1913 fundou-se a Associação Internacional de Federações de Atletismo. Com sede em Londres, a associação é a principal entidade das competições de atletismo em escala internacional, estabelecendo as regras e dando oficialidade às melhores marcas mundiais obtidas pelos atletas.

Corridas:

As corridas dividem-se em curta distância ou velocidade (tiro rápido), que nas competições oficiais vão até os 400 metros; média distância ou de meio fundo (800 metros e 1500 metros); e longa distância ou de fundo (3000 metros ou mais, chegando até às ultra maratonas de 100 quilômetros). Podem ser divididas também de acordo com a existência ou não de obstáculos (barreiras) colocados no percurso.

Nas corridas de curta distância, a explosão muscular na largada é determinante no resultado obtido pelo atleta. Por isso, existe um posicionamento especial para a largada, que consiste em apoiar os pés sobre um bloco de partida (fixado na pista) e apoiar o tronco sobre as mãos encostadas no chão (posição de quatro apoios). São frequentes as falsas partidas, quando o atleta sai antes do tiro de partida, que é o sinal dado para começar a prova. Após ter sido assinalada uma falsa partida, qualquer atleta que dê uma nova falsa partida será desclassificado. Contudo, nas provas combinadas (ex decatlo) cada atleta tem direito a uma falsa partida. Nas provas mais longas a partida não tem um papel tão decisivo, e os atletas saiem para a corrida em uma posição mais natural, em pé.

Maratona:

A Maratona é uma corrida de longa distância realizada em via pública. A distância que, segundo a lenda, teria percorrido um soldado grego, Filípides, para anunciar que os helenos haviam vencido uma batalha contra os persas. O trecho teria sido entre a planície de Maratona (o local da batalha) até a cidade de Atenas. A maratona é uma prova que envolve grande resistência física, sendo seu percurso estabelecido em 42 quilômetros e 195 metros.

Lançamentos:

As modalidades oficiais de lançamento envolvem: arremesso de peso, lançamento de martelo, lançamento de disco e lançamento de dardo. O arremesso de peso consiste no arremesso de uma esfera metálica que pesa 7.26 kg para os homens e 4 kg para as mulheres. O martelo é similiar a essa esfera, mas possui um cabo, o que permite imprimir movimento linear à esfera e assim atingir uma distância maior. Já o disco é um pouco mais leve, pesando 1 kg para as mulheres e 2 kg para os homens. E o dardo pesa 600 gramas para as mulheres e 800 gramas para os homens.

Os lançamentos são executados dentro de áreas limitadas, um círculo demarcado no solo para o arremesso/lançamento de peso, de martelo e disco, e antes de uma linha demarcada no solo para o lançamento do dardo. Normalmente as competições envolvem várias tentativas por parte dos atletas, que aproveitam as melhores marcas obtidas nessas tentativas.

A origem desta prova parece ser irlandesa, pois nos Jogos Tailteanos, no início da Era de Cristo, os celtas disputavam uma prova de arremesso de pedra que pelas descrições se assemelhavam à prova atual. De qualquer forma, a codificação da prova, tal como ela é hoje, é totalmente britânica, inclusive o peso do implemento, 7,256 kg, correspondente a 16 libras inglesas, que era precisamente o que pesavam os projéteis dos famosos canhões britânicos do início do século XIX.

Saltos:

As provas de salto podem ser dividas em provas de salto vertical e de salto horizontal. Dentre as provas de salto vertical, temos o salto em altura e o salto com vara. As provas de salto horizontal envolvem o salto em distância e o salto triplo.

O salto em altura, que tem por objetivo ultrapassar uma barra horizontal (fasquia), é realizado mediante tentativas. A trave é colocada em determinada altura à qual os atletas devem tentar saltar. Se o conseguirem, os atletas progridem para a próxima altura.

O salto com vara funciona do mesmo modo, mas neste salto, o atleta tem o apoio de uma vara. Em ambos os saltos, há um colchão para amortecer a queda do atleta após o salto.

No salto em distância e no salto triplo o atleta finaliza em uma caixa de areia. Há uma tábua na pista que indica o limite máximo de corrida antes do salto; caso o atleta ultrapasse ou toque nessa marca, perderá a tentativa (o popular ‘queimou’).

Provas Múltiplas:

Algumas competições esportivas envolvem uma combinação de várias modalidades, no intuito de consagrar uma atleta mais completo. As provas oficiais do decatlo (para os homens) e do heptatlo (para as mulheres) combinam corridas, saltos e lançamentos. Os atletas pontuam de acordo com as suas marcas nas provas individuais (tendo por base uma tabela de conversão de marcas por pontos), e esses pontos são somados para definir-se o vencedor.

A pista:

A pista de corrida normalmente contém 8 raias, cada uma com 1 metro e 22 centímetros. Desse modo, a largura da pista é de no mínimo 10 metros, com algum espaço além das raias interna e externa. Uma pista oficial de atletismo é constituída de duas retas e duas curvas, possuindo raias concêntricas; tem o comprimento de 400 metros na raia interna (mais próxima ao centro). A raia mais externa é mais longa, mas não chega a ter 500 metros. Nas corridas de curta distância, os atletas devem permanecer nas raias a partir das quais largaram. Nas corridas de média e longa distância, os atletas não precisam correr nas raias, e geralmente se encaminham para a raia mais interior, evitando percorrer distâncias maiores.

As barreiras têm cerca de 1 metro, nas competições para homens, e cerca de 80 centímetros, nas competições para mulheres. O atleta não é desclassificado por derrubar as barreiras enquanto corre. As corridas com barreiras normalmente têm 10 obstáculos.

Curiosidades:

Embora a maratona nas Olimpíadas seja disputada nas ruas de uma cidade ou em um local externo, o seu trajeto é estabelecido de modo que a chegada se dê no estádio olímpico.

Em provas de saltos em distância e corridas curtas, os recordes só são válidos se o vento que estiver a favor não ultrapassar a marca de 2 metros por segundo.

Palavras relacionadas a este artigo:
  • Curiosidades sobre o atletismo
  • curiosidades do atletismo
  • regras do atletismo
  • atletismo historia e regras
  • história do atletismo e suas regras e modalidades