Diferentemente da doença, em geral tangível, reconhecível e facilmente identificável, a saúde é uma condição obscura e difícil de definir. Uma pessoa pode ser forte, resistente a infecções, apta a enfrentar o desgaste físico e outras pressões da vida cotidiana, mas ainda assim ser considerada doente se seu estado mental estiver alterado.

Saúde é a capacidade física, emocional, mental e social que o indivíduo tem de interagir com seu ambiente. Pode ser determinada, em certas situações, por meio de alguns valores mensuráveis como temperatura, pulso, pressão sangüínea, altura, peso, acuidade visual e auditiva, etc.

Como esses critérios biológicos de normalidade baseiam-se em conceitos estatísticos, deve-se considerar a possibilidade de variação, porque uma característica anormal não necessariamente significa doença. Os atletas, por exemplo, embora geralmente desfrutem de saúde excelente, costumam apresentar um coração maior do que as medidas estabelecidas como normais, porque o exercício contínuo requer uma irrigação sangüínea maior dos tecidos, demanda que o coração atende aumentando de tamanho.

Uma definição mais exata de saúde pode ser, portanto, a capacidade que o organismo apresenta de funcionar em completa harmonia com seu ambiente, o que envolve a aptidão para enfrentar física, emocional e mentalmente as tensões cotidianas.

De acordo com essa definição, a saúde é interpretada em função do ambiente individual. O conceito de saúde difere, por exemplo, para o operário e o empregado que trabalha num escritório. O operário saudável deve ser capaz de realizar trabalhos manuais durante todo o dia, enquanto o empregado que trabalha num escritório, embora perfeitamente capaz de realizar suas atividades sedentárias, pode estar totalmente despreparado para o trabalho pesado e até mesmo sucumbir ao desgaste físico. Os dois indivíduos, no entanto, podem ser considerados inteiramente saudáveis segundo seus meios de vida.

O conceito de saúde envolve mais do que condicionamento físico, já que implica também bem-estar mental e emocional. Uma pessoa revoltada, frustrada, emocionalmente instável, mas em excelente condição física não pode ser considerada saudável, porque não está em perfeita harmonia com seu ambiente. Um indivíduo nesse estado é incapaz de emitir juízos corretos e de ter reações racionais.

Uma pessoa também pode desconhecer que está doente. Nesse caso se diz que a doença é latente, pois não há manifestação de sintomas. As vítimas do câncer podem ignorar seu estado de saúde por vários anos até que o tumor maligno cresça e comece a produzir sintomas. Infelizmente, muitas doenças, como a AIDS, permanecem ocultas por longos períodos antes de produzirem indisposição ou distúrbios funcionais, o que impede sua detecção precoce e uma possível cura.

A saúde não é, portanto, uma condição estática. Representa, na verdade, uma condição variável de bem-estar físico e emocional continuamente sujeita a pressões internas e externas, como preocupações, excesso de trabalho, variações das condições ambientais e infecções por bactérias e vírus. Esses fatores constantemente mutáveis requerem a existência de um mecanismo capaz de ajustar o funcionamento dos vários sistemas vitais, com o objetivo de manter o equilíbrio interno do organismo. A regulação interna é chamada homeostase e envolve, entre outras funções, a termorregulação e o controle do metabolismo.

Palavras relacionadas a este artigo:
  • significado de saude
  • conceito da palavra saude
  • origem e significado da palavra saúde
  • palavra saude
  • qual o conceito da palavra saúde