O dispositivo intra-uterino (DIU) é um pequeno objeto de plástico e cobre colocado no útero. Detém a gestação à medida em que impede a passagem do espermatozóide. Com uma eficácia em torno de 99% ( embora falhe três vezes mais do que a pílula ), pode ser usado em qualquer idade, caso não existam contra-indicações.

Sua colocação e remoção são feitas através da vagina, por um médico. Depois de inserido, a mulher pode usá-lo por um período de 3 a 5 anos. Alguns possuem hormônios.

Modo de usar

O DIU não requer cuidado especial, porém não dispensa os controles ginecológicos habituais.

Por constituir um método de larga duração, é conveniente que se anote a data de introdução e retirada, para não esquecer a época de sua substituição.

Benefícios

Sua grande vantagem é o fato de seu uso não estar estritamente relacionado ao ato sexual, dispensando qualquer ação para barrar a gravidez na hora da relação. Por isso, proporciona total tranquilidade ao casal.

Contra-indicações

* Para mulheres com múltiplos parceiros, já que o DIU não protege contra DST – capazes de gerar inflamações pélvicas e conseqüente obstrução da trompa que, por sua vez, pode levar à esterilidade;

* Para mulheres que já sofreram de inflamação pélvicas;

* Para mulheres com cólica intensa ou fluxo menstrual abundante, uma vez que o DIU pode aumentar tanto as dores pré-menstruais como a quantidade de sangramento;

* Para mulheres com útero pequeno ou estreito, visto que a colocação do DIU é difícil nessas circunstâncias, podendo implicar, inclusive, na necessidade de uma anestesia;

* Para mulheres com mioma, porque o tumor altera o interior do útero, podendo conduzir o DIU a uma posição anômala que não elimina a possibilidade de gravidez.

Palavras relacionadas a este artigo:
  • diu contra indicação
  • beneficios e maleficios de diu
  • benegicios de usar diu uterino
  • como usa o diu
  • contra indicações diu