Líquens

Os líquens não são mais do que uma associação entre bactérias (cianobactérias) ou algas (clorófitas) e as hifas de fungos simbiontes. Nestas associações, uma hifa especializada penetra na célula da alga, se for o caso, e retira nutrientes, enquanto fornace protecção e sais minerais áquela. No caso das cianobactérias, o fungo utiliza o axoto atmosférico criado por aquelas. Crê-se terem sido os líquenes que primeiro colonizaram o ambiente terrestre. Esta associação de organismo é sensível a poluição atmosférica, logo é mais provável encontrar-mos um destes organismos num local não poluido.

Micorrizas

Também estes são associações entre fungos e as raízes das plantas. Trata-se de uma simbiose com benefício mútuo, pois enquanto o fungo absorve água, com a sua estrutura esponjosa que penetra na raíz, e sais minerais, que partilha com a planta, esta fornece ao fungo açúcares a aminoácidos. Há uma maior taxa de spbrevivência em plantas que se associam a fungos do que as que não o fazem. É de salienter que se acredita que esta simbiose é já de longa data, pois foram encontrados fósseis de plantas que se encontraram em simbiose com fungos.

Haustórios

Este trata-se também um caso de fungo simbiote, mas desta vez parasita. As hifas destes fungos penetram nas células das plantas, captando o seu alimento, e por vezes provacando a sua morte.

Palavras relacionadas a este artigo:
  • liquens e micorrizas
  • o que são liquens e micorrizas
  • explique o que são liquens e micorrizas
  • o que sao micorrizas e liquens
  • micorrizas e liquens