Futebol de Salão (Futsal)   História, Regras e Curiosidades do Esporte

futsal

história do futebol de salão, regras e curiosidades do futsal

O futebol de salão, muito conhecido também por ‘futsal’, é a variante do futebol de campo para ser disputado em quadras. A maioria das regras são iguais ou semelhantes.

Por ser praticado em espaços menores do que o futebol tradicional, transforma-se na modalidade esportiva mais praticada no Brasil. Seja em clubes, quadras públicas ou nas escolas (principalmente) lá estarão vários praticantes.

História:

São duas as versões para a origem do Futebol de Salão, ambas envolvem a Associação Cristã de Moços (ACM). Uma versão diz que o esporte começou a ser praticado por volta de 1940, por freqüentadores da ACM de São Paulo que, para compensar a falta de campos de futebol, improvisavam partdas nas quadras de basquete e hóquei, aproveitando as traves usadas na prática desse último esporte. Na outra versão, o futebol de salão foi inventado em 1932 na ACM de Montevidéu (Uruguai), onde era conhecido por ‘indoor football’.

Antes das regras serem estabelecidas, praticava-se com equipes de cinco a sete jogadores. Aos poucos a bola ficou mais pesada na tentativa de reduzir sua capacidade de quicar e suas freqüentes saídas de quadra (aumentou a jogabilidade).

Em 1957 surgiu a primeira iniciativa de oficializar as regras do futsal, através da criação do Conselho Técnico de Assessores de Futebol de Salão, pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD).

Futebol de Salão ou Futsal:

Futebol de salão e o Futsal são essencialmente o mesmo esporte. O próprio termo futsal foi originalmente cunhado pela FIFUSA em reação à proibição da FIFA de se usar o nome futebol por outras entidades. No entanto, acabou sendo adotado pela própria FIFA, tornando-se assim associado à forma que o esporte adquiriu sob a autoridade desta entidade.

O futsal, em sua forma mais difundida hoje é administrado no Brasil pela Confederação Brasileira de Futebol de Salão e mundialmente pela FIFA. O futebol de salão (FIFUSA) tem como federação nacional a Confederação Nacional de Futebol de Salão e é organizado mundialmente pela Associação Mundial de Futsal (AMF), cuja sede situa-se no Paraguai.

Embora mantenham em comum sua essência, a criação de algumas regras diferenciadas, criou diferenças em cada uma das modalidades: o futsal, com uma bola mais leve, e com valorização do uso dos pés, adquiriu maior semelhança com futebol de campo e ganhou maior dinâmica com novas regras que o tornaram mais ágil, como, por exemplo, permitir que o goleiro atue como um jogador de linha quando ele está fora da sua área; o futebol de salão, buscando sempre preservar as regras originais, manteve mais as característica de um esporte indoor, com um jogo mais no chão, reduzindo o jogo aéreo, devido ao peso da bola, com laterais e escanteios cobrados com as mãos para maior controle e limitações à movimentação tanto do goleiro, restritos à sua área, como dos demais jogadores.

Fundamentos do futsal:

* Passe: É a ação de enviar a bola a um companheiro ou determinado setor de espaço de jogo.

* Drible: É a ação individual, exercida com a posse da bola, visando enganar o adversário para passar por ele.

* Cabeceio: É a ação de cabecear a bola.

* Chute: É a ação de golpear a bola, estando ela parada ou em movimento.

* Recepção: É a ação de interromper a trajetória da bola vinda de passes ou arremessos.

* Condução: É a ação de progredir com a bola por todos os espaços possíveis de jogo.

* Domínio de bola: Diferentemente do futebol, é realizada, na maioria das vezes, com a sola do pé.

Posições dos jogadores:

* Fixo : semelhante ao zagueiro.

* Ala : Conduz o jogo na lateral da quadra.

* Pivô : movimenta-se no ataque.

* Goleiro : defende o gol de todos os ataques do adversário e também ataca (não é raro que faça gol).

Palavras relacionadas a este artigo:
  • Curiosidades do futsal
  • curiosidades sobre o futsal
  • futsal curiosidades
  • curiosidades sobre futsal
  • futsal