A origem dos sumérios é muito difícil de serem precisados, os orientalistas tentam achar essa resposta de varias maneiras, mas não é possível afirmar com certeza.

Os territórios da área de sumer eram divididos em cidades cada qual com sua capital, com seu rei e seu tempo para sua divindade, nos primeiros séculos de sua historia acontecem varias guerras entre essas cidades.

A sociedade dos sumérios era dividida entre o rei que era o líder e considerado o intermediário entre o povo e deus era o comandante tanto político como religioso.

Subordinado ao rei existia um clero e uma aristocracia, e abaixo dessa aristocracia encontramos uma população ativa e muito numerosa com diversos tipos de trabalhos.

Existia ainda a escravidão quem por aprisionamento em guerras quer por nascimento ou até por divida, o escravo nessa época tem alguns diretos, como por exemplo: poder se casar (até com mulher livre) pode ingressar na justiça em favor da própria liberdade.
A agricultura era a atividade econômica básica a terra era dividida entre o soberano os templos e os particulares, porem os sumérios dedicavam-se ainda a criação de gado e de animais em geral e a pesca.

Havia uma vida econômica intensa em que existia comercio, em mercados e vendas de diversos produtos como bebidas, queijos, animais.

A arte e cultura dos sumérios foram a base da arte da Ásia ocidental antiga a religião era a grande inspiradora da arte.

Os sumérios são responsáveis por quase toda a ciência da mesopotâmia ciência essa absorvida e melhorada pelos babilônicos os outros povos praticamente só usavam o que já existia o que em sua maioria como dito vem dos sumérios, criaram tábuas de calculo e um sistema completo de medidas para citar duas de suas criações.

A farmácia dos sumérios era rica para a época com elementos e extraídos dos vegetais e um bom conhecimento químico, apesar de sempre algo que envolva magia e coisas religiosas.

A literatura foi enorme, a arte de ensinar era muito difundida existia ainda um grande sistema escolar, encontra-se na literatura a primeira narrativa do dilúvio narrado também na bíblia.

O estado de direito era bem presente na suméria foram encontrados varias tabuas de argila com contratos, atos, testamentos, ações etc.. Nas escolas os estudantes avançados dedicavam boa parte de seu tempo ao estudo das leis, o que demonstra a importância disco na vida dos sumérios.

O direito sumério concedia alguns direitos as mulheres o pedido de divórcio era permitido o repudio a mulher só era permitido em situações legais e com indenização para a mesma.

Os filhos dependiam dos pais admitisse a adoção e o filho que renegasse seu pai era vendido como escravo, os pais também poderiam vender seus filhos como escravos para quitar dividas.

As leis dos sumérios eram a as mais brandas da região muitos dos delitos que tinham como pena castigos e até a morte em outras cidades nos sumérios eram passiveis de multa por exemplo.

Existia a pena de morte, mas só em alguns casos como rapto de alguns cidadãos e homicídios.

Quanto as religiosos os sumérios adoravam vários deuses o principal o deus Enlil que seria o criador do universo e vários outros deuses, sua grande maioria baseados em elementos da natureza como o céu, a terra, o ar e o mar.

Exaltavam a bondade das divindades e acreditavam que os deuses gostavam da moralidade, acreditavam em uma vida após a morte.