O preservativo (camisinha) é uma membrana fina de borracha que se ajusta ao pênis. Impede a gravidez porque retem o sêmen ejaculado, e não permite o contato entre os espermatozóides e o interior do corpo da mulher.

Apelidada de camisinha ou camisinha-de-vênus , atua ainda contra a proliferação de doenças sexualmente transmissíveis sua utilização vem crescendo muito desde o início da década de 1980, para a prevenção da AIDS.

Modo de usar

Deve ser colocado antes da penetração peniana, no início da relação sexual. É aconselhável deixar uma folga na ponta, onde é depositado o esperma, para que não estoure. Para aumentar sua segurança, recomenda-se ainda que seja utilizado com espermicida (substância que elimina os espermatozóides e serve também como lubrificante).

Benefícios

* Como interage exclusivamente com a vagina, um de seus aspectos mais positivos é o fato de não provocar qualquer ação sistêmica no corpo;

* É o único método que, além de anticoncepcional, é capaz de barrar a disseminação de doenças venéreas;

* Em contrapartida, o preservativo pode prejudicar a sensibilidade dos parceiros durante a relação sexual. Mas, mesmo esse efeito pode ter o seu lado proveitoso, ao menos para homens que têm ejaculação precoce, no sentido de prolongar a excitação masculina.

Contra-indicações

* Para homens e mulheres que sofrem de alergia ao látex ou ao espermicida;

* Para pessoas que não queiram se preocupar com métodos de contracepção na hora do ato sexual.

Palavras relacionadas a este artigo:
  • Beneficios da camisinha
  • camisinha beneficios
  • camisinha eficacia e açao